Notícias

​Recusa vacinal é tema de reportagem com diretor da SBIm

O Primeiro Secretário da SBIm e membro do Comitê Técnico Assessor em Imunizações do Ministério da Saúde, Guido Levi, conversou com a Revista Fapesp a respeito da resistência à vacinação.

Na entrevista, o médico, que é autor de um livro sobre o tema (disponível em http://sbim.org.br/publicacoes/livros), traça um perfil e demonstra a falta de evidências científicas que sustentem os argumentos utilizados por esses grupos.

"O argumento da sobrecarga diz o seguinte: ao ser vacinado muitas vezes, o organismo sobrecarregaria todo o seu sistema imunológico para responder às vacinas, não conseguindo dar respostas a outras ameaças[...].Mas veja: a criança, quando nasce, tem em poucas horas o intestino inteiramente povoado por bactérias [...]. Se a sobrecarga imunológica existisse, as crianças morreriam nos primeiros dias de vida", disse à publicação.

Guido também analisou o cenário mundial de desenvolvimento de vacinas. Segundo ele, houve um importante aumento das parcerias entre empresas, instituições de pesquisas e organizações não governamentais nos últimos anos, mas ainda faltam incentivos para esse tipo de ação. No que diz respeito ao Brasil, destacou os trabalhos feitos pelo Butantan e pela Fiocruz e elogiou a assinatura de acordos que preveem a transferência de tecnologia para o país.

Confira o material na íntegra aqui.