Covid-19

Posso fazer a primeira dose com uma vacina e a segunda dose com outra?

Imprimir

De maneira geral, os indivíduos devem preferencialmente completar o esquema com a mesma vacina, pois ainda não há estudos de eficácia/efetividade e segurança em larga escala de esquemas com vacinas de diferentes fabricantes e plataformas. No entanto, estudos menores publicados recentemente indicam que a intercambialidade entre as vacinas Pfizer e AstraZeneca levam a uma resposta imune vigorosa, com bom perfil de segurança.

A Organização Mundial da Saúde, diante dos dados, passou a orientar que vacinas diferentes sejam usadas em situações excepcionais, em que não seja possível administrar a segunda dose com o mesmo produto — falta do imunizante, contraindicações ou precauções em relação a eventos adversos, anafilaxia após primeira dose, entre outras.

O Ministério da Saúde, em consonância com as orientações internacionais, publicou Nota Técnica na qual recomenda que a intercambialidade seja adotada nas mesmas situações. Caso vacinas diferentes tenham sido usadas por engano, o profissional deve informar no “e-SUS Notifica” que houve erro de imunização e acompanhar possíveis eventos adversos e falha vacinal.

Veja detalhes sobre as recomendações nessa situação em https://sbim.org.br/images/files/notas-tecnicas/secovid-nt-n6-2021-intercambialidade.pdf.