Covid-19

Administração

Cuidados a serem observados pelo vacinador:

  • Paciente certo: confirmar o nome do paciente para evitar a aplicação em pessoa errada;
  • Vacina certa: conferir, ao menos em três momentos distintos do processo de vacinação, qual vacina deve ser preparada para administração;
  • Momento certo: analisar cuidadosamente os históricos de saúde e vacinal — caso o paciente esteja com a carteira de vacinação — para ter certeza de que é o momento correto para administrar a vacina.
  • Dose certa: administrar a dose correta. O cuidado deve ser redobrado quando a apresentação da vacina for multidose.

Preparo e administração certos: preparar a vacina de acordo com sua apresentação. Utilizar a agulha e a seringa corretas e escolher a melhor área para a aplicação da vacina. A via obrigatória de administração das vacinas COVID-19 é a instramuscular, de preferência no deltoide, mas podem ser administradas também no vasto lateral da coxa e ventroglúteo. O importante é utilizar agulhas mais longas para garantir que a vacina seja administrada no músculo. Recomenda-se a técnica em Z, sem fazer a prega. O bisel da agulha deve seguir o sentindo das fibras musculares e não é recomendada a aspiração antes da administração da vacina. Ao final da administração, deve ser realizada uma compressão.

Redução da dor

Dentro de uma abordagem mais humanizada e buscando reduzir a dor durante a vacinação em pessoas maiores de 18 anos são indicadas várias estratégias, como bolsa de gelo, técnica em Z e até uma boa conversa (distração).

A utilização de uma técnica correta reduz a chance de dor pós-vacinação. Compressas frias também podem ajudar a minimizar o desconforto local.

VacinAção pela Vida - Covid-19. Assista aos vídeos.