Parcerias

Campanha CRIE mais Proteção

Imprimir

Estimular a difusão de informações sobre a vacinação de pessoas imunodeprimidas ou que vivem com doenças crônicas e tornar os Centro de Referências para Imunobiológicos Especiais (CRIE) mais conhecidos são os objetivos da campanha Crie Mais Proteção, realizada pela Pfizer e pela SBIm.

A iniciativa, realizada em 2020 e reeditada no ano seguinte, marcou o lançamento de uma nova área enciclopédica no Família SBIm — com orientações específicas de acordo com a causa da imunossupressão — e do hotsite https://criemaisprotecao.com.br/.

A campanha contou com o apoio de um time de peso. Na primeira edição, participaram o médico oncologista Dráuzio Varella; Jussara Del Moral, diagnosticada com câncer de mama em 2007; e Pedro Frazão, que passou por um transplante renal em 2018) e Lucas Raniel (que vive com HIV desde 2013).

Na segunda, somaram-se aos esforços Oscar Schimidt, ex-jogador de basquete, e Camila Pinheiro, locutora da rádio 89FM, que estão em tratamento oncológico; a blogueira Ana Geórgia, que enfrenta o lúpus; o youtuber Lucas Raniel, que vive com HIV; a escritora Duda Riedel, que realizou um transplante de medula óssea; e Marlene Oliveira, presidente do Instituto Lado a Lado Pela Vida.

A Crie Mais Proteção foi veiculada nas redes sociais da SBIm, da Pfizer, nos canais dos influenciadores e, em 2021, nas mídias do Instituto Lado a Lado pela Vida. Além disso, houve uma projeção na estátua do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro.

Falta de informação

A necessidade de conscientização sobre o tema foi reforçada pelos resultados da pesquisa “Pacientes de risco: o conhecimento da população sobre os CRIE e o calendário de vacinação”, encomendado à Inteligência em Pesquisa e Consultoria (Ipec) pela SBIm e da Pfizer.

Entre outros pontos, o levantamento revelou que:

Leia o relatório.

Vídeos 2021

Vídeos 2020