Outras entidades

Entidade reitera que ainda não existem evidências de que a vacina BCG ofereça proteção contra a COVID-19. A hipótese foi levantada após três estudos não submetidos à revisão por editores especializados identificarem menor incidência de casos do novo coronavírus em países que oferecem a BCG nos programas públicos de vacinação.

Leia.

Entidades afirmar que o trabalho “tem falhas metodológicas significativas e foi publicado como um pre-print, um tipo de publicação que não é avaliada por revisores e não deve ser utilizada como recomendação clínica”.

A SBIm corrobora o comunicado.

Leia na íntegra.

Documento detalha estratégia da ação e reúne informações sobre as vacinas que serão utilizadas, dados epidemiológicos, balanço de anos anteriores e lista outras orientações.

Leia.

Atenção: Em 24/04/2020, o Ministério da Saúde publicou nova Nota Técnica, com atualizações sobre a terceira fase da campanha. Acesse.

Ministério oferecerá, ao longo de 2020, a vacina febre amarela nas regiões que não faziam parte das áreas com recomendação de vacinação até o fim de 2019: Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, parte do Piauí, Alagoas (exceto município de Delmiro Gouveia) e Sergipe (exceto município de Canindé de São Francisco).

Dose de reforço passa a ser recomendada pelo PNI para:

  • Crianças com quatro anos 
  • Pessoas que tenham recebido apenas uma dose antes de completar cinco anos.

Leia.