Notícias

Especialistas apontam os riscos de infecção por hepatites, HPV e outras doenças entre os “teens” no Dia Mundial da Juventude, comemorado no dia 30 de março. A Sociedade Brasileira de Imunizações está preocupada com a falta de cuidados quando o assunto é saúde dos jovens.  Hábitos comuns à idade como viagens; festas e baladas; namoros ou simples ficadas; esportes radicais; clubes, sauna e piscina; amigos e paqueras têm deixado os pais e os médicos de cabelo em pé. Isso porque a rotina dos adolescentes e todas as inúmeras atividades desempenhadas por eles nesta fase da vida os colocam em risco e levam a contrair doenças sem perceber.

A SBIm apoia a I Jornada de Imunização da Liga Acadêmica de Infectologia Aplicada, que vai se realizar em Salvador, dia 20 de abril. O evento fornecerá atualização sobre as questões dos calendários vacinais e imunização contra o meningococo, sarampo, caxumba, rubéola, raiva e herpes zoster.

Em 2013 a realização da XV Jornada Nacional de Imunizações, evento anual promovido pela Sociedade Brasileira de Imunizações – SBIm, será em conjunto com a Sociedade Latino-americana de Infectologia Pediátrica (SLIPE). A ideia é unir, em um só congresso, os principais profissionais de duas entidades médicas que pesquisam e discutem a imunização e a infectologia pediátrica no Brasil e no mundo, além dos mais recentes avanços nesse campo.

Sociedade Brasileira de Imunizações – SBIm realizou, em conjunto com a Diretoria Nacional, Comissão de Ética e Diretoria Regional de São Paulo, o “II Fórum de Ética em Imunizações e I Encontro sobre Coberturas Vacinais”. O evento aconteceu dia 28 de novembro na sede do Conselho Regional de Medicina de São Paulo – CREMESP.

Convoca-se os sócios da Associação Brasileira de Imunizações Regional Rio de Janeiro, quites com suas obrigações no ano de 2012, junto a Tesouraria da Associação Brasileira de Imunizações para a Assembleia Geral Extraordinária.

Frente às recentes controvérsias envolvendo a vacinação antigripal, a SBIm deseja enfatizar mais uma vez a utilidade da vacina, reconhecida no mundo todo e indicada amplamente com a finalidade de prevenir a infecção pelo vírus influenza e a gravidade dos acometimentos por esse agente.

A partir do segundo semestre, serão introduzidas as vacinas pentavalente e a pólio inativada. A campanha nacional contra pólio, com as gotinhas, será mantida.

A SBIm, Associação Brasileira de Imunizações, divulga os calendários de vacinação atualizados para 2012/2013: um conjunto de orientações específicas para cada faixa etária e também visando a saúde do trabalhador exposto a riscos.

A vacinação é o procedimento que possibilita maior impacto na redução de doenças e óbitos, portanto, ela deve ser inserida no contexto da Ginecologia e Obstetrícia (GO) sob o mesmo prisma da assistência global.

Nenhuma clínica, hospital, farmácia ou empresa pode aplicar ou atestar a vacinação sem essa licença específica. Infelizmente, mesmo sendo proibida também a venda de vacinas pelos distribuidores a consultórios, indústrias e assemelhados, a prática de vacinação à margem da legislação vigente ainda é muito frequente.